Fim do Suporte para Windows 7. Quais são as suas opções?

Os seus clientes são usuários do Microsoft Windows 7? Nesse caso não se sinta sozinho. A Microsoft formou na última década uma legião de usuários e fãs do sistema operacional Windows 7.

Mas a partir de 14 de janeiro, a Microsoft anunciou o fim do ciclo de vida de suporte (End of Life) para os sistemas operacionais Windows 7 e Windows Server 2008 / R2, o que significa que correções e suporte técnico através do centro de suporte da Microsoft não estarão mais disponíveis.

Os Provedores de Serviços de TI e MSPs devem alertar os seus clientes dos riscos em utilizar sistemas operacionais fora do roadmap de atualizações do fabricante, pois poderão conter vulnerabilidades que não serão mais corrigidas, colocando em risco a segurança do seu cliente.

Quais as medidas que você poderá adotar para atender os seus clientes? Veja neste post algumas medidas recomendadas pela CMS WiRE [1].

Medidas iniciais

Antes de qualquer atividade é importante fazer um backup dos arquivos importantes. Utilize ferramentas de backup profissionais e armazene os arquivos de backup em uma mídia externa e em nuvem.

Continuar lendo…

Veja como estruturar a sua MSP utilizando Modelagem de Negócios com Canvas

Um diagnóstico para a sua empresa crescer

Por Yuri Amorim, Marketing, DataSafer

O Business Model Canvas [1] trata-se de uma ferramenta de planejamento estratégico que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou já existentes, de forma simples e visual.

O desenvolvimento de um modelo de negócio é importante para a sua MSP definir qual é o valor que será produzido para os seus clientes, em produtos e serviços.

Independentemente se a sua empresa está em estágio inicial ou passa por uma reestruturação, a modelagem de negócio proporcionará um melhor entendimento do que precisa ser feito para que os objetivos sejam atingidos. Mais do que isso, quais serão os diferenciais da sua empresa diante dos concorrentes.

A entrega de valor é um dos pontos que mais geram dúvidas no processo de concepção de um negócio, pois está diretamente ligada ao senso de utilidade, benefício e satisfação de desejos (nem sempre explícitos) que a contratação dos serviços irá atender.

Reflita e responda por que o seu cliente irá lhe contratar? Quais os benefícios que a sua empresa irá gerar ao longo do tempo?

Quando tratamos de MSPs e de serviços continuados com faturamento mensal, a percepção de valor por parte do cliente não ocorre somente no fechamento do contrato. A sua empresa precisará demonstrar mês a mês os benefícios para que o seu cliente perceba o valor em manter e crescer os serviços contratados.

Criando valor

É muito natural que alguns MSPs tenham dificuldade, principalmente nos estágios iniciais, em definir a sua proposta de valor para atender o seu seguimento de mercado.

A tarefa de descobrir como a sua empresa está resolvendo uma necessidade do seu cliente nem sempre é simples. Provavelmente você encontrará algumas respostas com os seus clientes atuais, os motivos tanto da escolha como da fidelização:

  • O seu preço atende o orçamento?
  • O seu nível de serviço é superior ao dos concorrentes?
  • O seu relacionamento com o cliente é próximo?
  • A sua empresa está preocupada com o sucesso do seu cliente?
  • Você atua de forma pró-ativa ao invés de responsiva?

A lista pode ser enorme e ao identificar as escolhas dos seus clientes você estará também identificando as suas forças.

Utilizando o Canvas para MSPs

Continuar Lendo…

Tendências de Cloud e Computing em 2020

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay 

Provedor de serviços, entenda como o mercado continua crescendo esse ano

Empresas e indivíduos que quiserem armazenar um grande volume de dados ou executar análises mais arrojadas usando a nuvem, obterão mais eficiência em seus objetivos com essas soluções, devido ao aumento exponencial de armazenamento em nuvem.

Um estudo divulgado pela Unisys aponta que o uso de data centers privados deve passar de 43%, em 2017, para 29% em 2019. Por outro lado, o armazenamento de dados na nuvem deve aumentar entre 20% e 28% até 2020.

Continuar lendo…

O papel dos data centers na proteção de dados

Imagem: Ascenty 

Texto por: Marketing, Ascenty Data Centers 

Estudos recentes apontam que o Brasil segue como alvo mundial de ataques cibernéticos. No último trimestre, o país sofreu 15 bilhões de tentativas de fraudes, de acordo com levantamento da Fortinet, e continua bastante vulnerável a vazamento de dados, como no caso do Facebook no último ano, que afetou mais de 400 mil brasileiros. Proteção de dados, no entanto, é tema que transpassa a fronteira nacional e está em evidência em todo o mundo. A criação de importantes regulamentações, como a GDPR, na Europa, e da LGPD, no Brasil, surgem para reforçar as estratégias de empresas e governos para proteger os dados dos usuários.

Nesse cenário, o setor de data centers, responsável pelo armazenamento das informações, deve estar preparado para atender às regulamentações e demandas dos clientes por segurança. Apesar de não atuarem diretamente no processamento dos dados dos usuários, cabe aos provedores de infraestrutura garantir a proteção física dos ambientes para a gestão segura das informações.

Continuar lendo…

Melhores práticas para estar em conformidade com a LGPD

Fonte: Gartner [1]

A nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entra em vigor, oficialmente, em agosto de 2020 no Brasil.

Para os negócios, a lei irá exigir das empresas diversos pontos referentes a segurança, transparência, confidencialidade de dados, privacidade e proteção de informações pessoais, definindo regras e limites sobre a coleta, o armazenamento e o tratamento dos dados por empresas e órgãos públicos, e determinando mais direitos aos usuários.

De acordo com o Gartner, as organizações não estão certas sobre onde, na estrutura organizacional, um novo Data Protection Officer (DPO) deve estar e quais devem ser os primeiros passos envolvidos na criação de um programa de gestão de privacidade.

Os DPOs serão confrontados com a difícil tarefa de estabelecer um novo programa organizacional, aumentar a conscientização das equipes e aumentar o nível de segurança das empresas.

Continuar lendo…

Entenda como está o mercado de Backup em Nuvem

80% das empresas têm planos de migração para a nuvem em 12 meses, diz pesquisa

 

Imagem: Freepik

 

De acordo com um estudo recente realizado pelo SAS Brasil com 286 executivos da área de tecnologia, em busca de vantagens, inovação e crescimento, empresas estão migrando suas aplicações de negócios para infraestruturas em nuvem.

Nessa pesquisa foram analisados os dados de grandes empresas da América Latina, sendo 180 brasileiros de companhias das áreas de varejo, Telecom, setor público, serviços de utilidade pública, indústrias, serviços financeiros e bens de consumo. A percepção é de que 80% dos clientes têm ou terão um projeto baseado em Cloud Computing nos próximos 12 meses.

O estudo revela que a tecnologia de nuvem já é uma realidade dentro das empresas quando se trata da aplicação de Analytics: 39,47% dos executivos informam que uma migração para a nuvem está prevista para os próximos 6 ou 12 meses; 27,19% afirmam que já possuem casos de uso de análise de dados na nuvem; e 11,40% informaram que possuem aplicações analíticas na plataforma, mas enfrentam problemas com a sincronização de dados

Segurança da informação é a maior preocupação

Continuar lendo…